Category: Física

Estudo dos Parâmetros Físicos Envolvidos com a Qualidade da Imagem em Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico

Estudo dos Parâmetros Físicos Envolvidos com a Qualidade da Imagem em Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico

Autor: Elias Cantarelli Hoffmann.

Equipamentos de tomografia computadorizada de feixe cônico (CBCT) vêm sendo utilizados em radiodiagnóstico de cabeça e pescoço por odontologistas, traumatologistas e otorrinolaringologistas. Neste estudo foram investigados parâmetros físicos relacionados com a qualidade das imagens obtidas em dois equipamentos de CBCT. O estudo realizado baseou-se nas Diretrizes de Proteção Radiológica em Radiodiagnóstico Médico e Odontológico do Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância Sanitária – Portaria 453 de 01 de junho de 1998, e nos testes de desempenho de equipamentos e segurança da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Nessa investigação, desenvolveram-se objetos atenuadores de radiação por meio de prototipagem rápida utilizando um termoplástico denominado ABSplus, e analisaram-se qualitativamente e quantitativamente a uniformidade do Número CT (HU) e o nível de ruído de imagens adquiridas em dois equipamentos. Ademais, analisaram-se qualitativamente a resolução em contraste e a resolução espacial. Os resultados obtidos em relação à uniformidade do Número CT não apresentaram concordância com os valores previstos pelo manual de desempenho de equipamentos da ANVISA. Em relação aos resultados sobre o nível de ruído apresentado pelas aquisições tomográficas não pôde-se concluir sobre concordância em relação aos valores previstos pelo manual de desempenho de equipamentos da ANVISA, pois os fabricantes não informaram os valores de ruídos referentes à linha de base dos equipamentos. Em relação à resolução em contraste, as imagens tomográficas mostraram que os sistemas de CBCT investigados não apresentaram resolução em baixo contraste satisfatória. Este resultado deve-se ao elevado nível de ruído devido às baixas intensidades de correntes elétricas nos tubos de raios X. Em relação à resolução espacial, na imagem do objeto simulador denominado quadrante, adquirida no equipamento i-CAT, notou-se que os orifícios com 1 mm de diâmetro apresentaram borramentos prejudiciais para o contraste entre o ABSplus e o ar. No entanto, os padrões de deposição do ABSplus no objeto atenuador puderam ser definidos juntamente aos outros orifícios. Em relação ao objeto simulador EVP, as características geométricas puderam ser observadas com borramentos irrelevantes quanto à resolução de alto contraste. Nas imagens adquiridas no equipamento Planmeca 3D s não observaram-se diferenças de baixo contraste entre o ABSplus e a água. Constatou-se que os valores medidos e calculados de uniformidade não estiveram de acordo com o previsto pelo manual de desempenho de equipamentos da ANVISA. A discrepância, entre os valores de uniformidade previstos e determinados neste estudo, evidencia a necessidade de submeter os equipamentos CBCT a testes de controle da qualidade. Sugere-se o desenvolvimento de metodologias de garantia de controle da qualidade em CBCT visando uma incorporação futura aos testes de desempenho da ANVISA.

Para visualizar e baixar a monografia completa acesse:

HOFFMANN, Elias Cantarelli. Estudo dos Parâmetros Físicos Envolvidos com a Qualidade da Imagem em Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico. Porto Alegre, 2010. Monografia (Bacharelado em Física Médica) Faculdade de Física, Pontífice Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.
(Tamanho: 2,64 MB)

Artigos relacionados:

Garantia de Qualidade em Radiologia Diagnóstica

Garantia de Qualidade em Radiologia Diagnóstica

Autores: Tânia A. C. Furquim; Paulo R. Costa.

As imagens radiológicas proporcionam informações importantes para a decisão dos futuros passos de um diagnóstico, um tratamento ou acompanhamento de um procedimento. Então, o nível necessário de qualidade de imagem para o correto diagnóstico tem que ser obtido na mais baixa dose de radiação possível ao paciente. Esses benefícios podem ser alcançados a partir da implementação de um rigoroso programa de garantia de qualidade. Como os avanços em tecnologia digital permitiram o rápido desenvolvimento de aplicações radiológicas, a transição de um sistema écran-filme a ambientes digitais tornou-se uma tarefa difícil, pois deve ser acompanhada de um processo de otimização de exposições e qualidade de imagem. Esse trabalho revisou alguns destes novos detetores e descreveu algumas questões associadas a um programa de garantia de qualidade dedicada a tecnologias como: radiologia digital e computadorizada, mamografia digital e computadorizada e tomografia computadorizada multidetetores. Assim, pretendeu-se enfatizar que a crescente complexidade destes novos equipamentos demanda uma nova competência técnica, o que implica educação continuada sistemática para os físicos médicos.

Para visualizar e baixar o artigo completo acesse:

FURQUIM, Tânia A. C.; COSTA, Paulo R.; Garantia de Qualidade em Radiologia Diagnóstica. Revista Brasileira de Física Médica [online], v. 3, n. 1, p. 91-99, 2009.
(Tamanho: 537 KB)

Artigos relacionados:

Artigos da mesma fonte:

Apostila Educativa CNEN: Aplicações da Energia Nuclear

Apostila Educativa CNEN - Aplicações da Energia NuclearAutor: Eliezer de Moura Cardoso.

Infelizmente são pouco divulgados os grandes benefícios da energia nuclear.
A cada dia, novas técnicas nucleares são desenvolvidas nos diversos campos da atividade humana, possibilitando a execução de tarefas impossíveis de serem realizadas pelos meios convencionais.
A medicina, a indústria, particularmente a farmacêutica, e a agricultura são as áreas mais beneficiadas.
Os isótopos radioativos ou radioisótopos, devido à propriedade de emitirem radiações, têm vários usos. As radiações podem até atravessar a matéria ou serem absorvidas por ela, o que possibilita múltiplas aplicações. Mesmo em quantidades cuja massa não pode ser determinada pelos métodos químicos, a radiação por eles emitida pode ser detectada. Pela absorção da energia das radiações (em forma de calor) células ou pequenos organismos podem ser destruídos. Essa propriedade, que normalmente é altamente inconveniente para os seres vivos, pode ser usada em seu benefício, quando empregada para destruir células ou microrganismos nocivos.
A propriedade de penetração das radiações possibilita identificar a presença de um radioisótopo em determinado local.

Para visualizar e baixar a apostila completa acesse:

CARDOSO, Eliezer de Moura. Apostila Educativa CNEN: Aplicações da Energia Nuclear. Rio de Janeiro: Comissão Nacional de Energia Nuclear.
(Tamanho: 286 KB)

Artigos relacionados: